lentes de grau melhor preço variedade qualidade

CADASTRE-SE E RECEBA PROMOÇÕES.

1) É difícil se adaptar aos óculos multifocais?
Isso depende do tipo de grau que se tem, da lente de óculos escolhida e da motivação da pessoa em se acostumar com esse tipo de óculos. O esforço, no entanto, valerá à pena quando conseguir ter uma visão boa em todas as distâncias (perto e longe) sem precisar ficar trocando de óculos.

2) Existem dicas para facilitar uma boa adaptação aos óculos multifocais?

Elaboramos algumas dicas para auxiliar nesta adaptação. Veja abaixo:

-  Para uma boa adaptação é preciso uma boa lente, e uma boa lente geralmente tem um custo mais elevado, embora cada vez essas lentes estejam mais acessíveis.

- Quando colocamos qualquer lente de correção visual, nosso cérebro precisa se adaptar para interpretar a nova forma como os olhos estão captando as imagens. O tempo de adaptação varia de pessoa para pessoa e de lente para lente. Por isso, é necessário tentar, insistir, tentar mais e insistir de novo. Se desistir na primeira tentativa, nunca conseguirá adaptar-se ao multifocal.

- No começo realizar algumas atividades vai ser mais difícil, como por exemplo, descer escada e manobrar o carro na garagem. Tente evitá-las nos primeiros dias.

- Os óculos multifocais são diferentes dos óculos monofocais. E como ocorre com todo o aparelho novo, é necessário aprender a usá-lo. Para ajustar a sua visão, mexa seus olhos e não sua cabeça e mantenha os óculos bem posicionados no rosto.

- Algumas lentes multifocais privilegiam a visão de longe ou a intermediária ou a de perto. Converse com seu oftalmologista para saber qual a melhor para você, dependendo das suas atividades, do seu trabalho, etc.

- A medida da distância pupilar e a altura de montagem são muito importantes na elaboração das suas lentes. Insista para que seu oftalmologista informe essas medidas na receita de seus óculos.

- O tamanho da armação, mais precisamente a sua altura, é um importante fator a ser considerado na elaboração dos óculos multifocais. Uma armação pequena (com menos de 14mm de altura) não é indicada para este tipo de lente pois a adaptação será bem complicada.

- Da mesma maneira um exame de refração bem feito, com calma e atenção é fundamental. Procure um oftalmologista atencioso e que faça um exame de refração cuidadoso.

- As lentes multifocais apresentam um “corredor de visão”. Ou seja, conforme o grau na lente vai passando do grau de longe para o de perto, esse corredor vai diminuindo, se estreitando. Os fabricantes de lentes multifocais tentam cada vez mais fabricar lentes com corredores de visão amplos proporcionando um maior campo de visão para o cliente e uma adaptação mais rápida. Uma boa lente vai reduzir desnecessários movimentos de cabeça permitindo uma postura mais natural e confortável ao visualizar objetos muito próximos ou em distâncias intermediárias.

 

 3) Qual a diferença entre lentes progressivas e lentes multifocais?

Existe uma diferença meramente técnica. 
Toda lente multifocal é progressiva, mas nem toda a lente progressiva é multifocal. 
Ópticas com pouca informação técnica irão identificar estas lentes para um consumidor comum de Multifocais ou Progressivas, isso é como sendo a mesma coisa. Por isso, observe sua receita e se nela estiver prescrito uma graduação para a visão de perto, trata-se de uma prescrição para ¨Lente Multifocal Progressiva¨ 
Tecnicamente falando, nem toda a lente progressiva é multifocal, pois para ser multifocal a

 

4) Vale a pena usar lentes antirreflexo?

Sim, vale a pena. As lentes de óculos com tratamento antirreflexo, além de melhorar a parte estética (quem olhar para você, verá o seu olho e não o reflexo dos objetos), aumenta o conforto no momento de trabalhar no computador (reduz o cansaço causado pelo brilho da tela) e melhora a visão ao dirigir a noite (por diminuir os reflexos dos postes de luz e dos faróis dos outros carros).

 

 5) As lentes de óculos com antirreflexo arranham fácil?

As lentes com tratamento antirreflexo podem ser mais fáceis de sujar e arranham com mais facilidade. É importante usar um bom tratamento antirreflexo e limpar as lentes da maneira correta para que isso não ocorra.

 

 6) Vale a pena colocar lentes fotocromáticas (escurecem ao sol e clareiam à sombra)?

O usuário de óculos multifocal tem dificuldade na hora de usar óculos escuros. Usar óculos escuros comuns, sem grau, não vai permitir uma visão nítida. Mandar fazer outro óculos escuros com grau multifocal, além de gerar o custo de um óculos adicional, gera o inconveniente da troca de óculos a cada vez que uma exposição ao sol torna-se necessária. Usar óculos com lentes fotocromáticas (fotossensíveis) é um ótima opção na solução desta situação. Essas lentes ficam totalmente transparentes em ambientes internos ou em ambientes com pouca luz (a noite por exemplo) e escurecem gradativamente de acordo com a iluminação do ambiente. As lentes fotocromáticas mais modernas fazem essa mudança de tonalidade relativamente rápido e escurecem o suficiente para serem confortáveis até na praia.

 

 7) O que são lentes polarizadas?

São lentes que reduzem o reflexo do sol, permitindo uma visão rica em contrastes.

 

 8) Qual tipo de lente de óculos devo usar?

Isso vai depender do seu tipo de grau, da finalidade dos óculos (usar o tempo todo, usar só para ler, usar para esportes, para dirigir, etc) e do seu orçamento (o preço pode variar muito de acordo com a qualidade das lentes e a armação escolhida).

 

9) Qual material de lente devo escolher?

As lentes de óculos podem ser feitas de vários materiais diferentes:

Vidro ou Cristal: é um material resistente a riscos, porém muito pesado e pode quebrar com facilidade.
Resina: é a lente mais comum e mais utilizada. É boa para graus baixos, mas quando o grau é mais alto, não apresenta uma boa qualidade de imagem. Por ser fácil de arranhar requer tratamento ante risco.

Policarbonato: é uma lente muito resistente e leve e por isso é a preferida para crianças e esportistas. Também apresenta boa proteção ultravioleta.

Trivex: é um material novo no mercado. É ainda mais resistente do que o policarbonato e ainda assim são lentes leves.

Alto Índice: são lentes com alto índice de refração (1,67 ou 1,74) o que faz com que sejam lentes finas e leves. Proporcionam imagens de alta qualidade e podem ser usadas em graus altos.

 

10) Como saber se as lentes são verdadeiras?

Qual a diferença entre uma lente de óculos que custa três vezes mais do que outra? E como saber se realmente as lentes que escolhi são as que estarão nos meus óculos?

A maneira mais eficaz é observar as “marcações nas lentes”. Invisíveis a olho nu, essas marcas aparecem quando as lentes são colocadas contra a luz ou com o uso de aparelhos próprios. Especialmente as lentes multifocais ou antirreflexo tem essas marcas que são uma garantia contra falsificações. O seu oftalmologista pode conferir isso para você.

Na hora de pegar seus óculos peça ao vendedor o selo de autenticidade e garantia das lentes. A maioria dos fabricantes tem um cartão de garantia do produto e, no caso de um defeito de fabricação, essas empresas oferecem uma garantia ampla e, às vezes, até a troca das lentes sem custo algum para o paciente.

 

 11) Qual a armação correta para meus óculos multifocais e para o meu rosto?

Para os óculos multifocais é importante que antes da parte estética, o usuário pense primeiro na parte funcional ao escolher sua armação de óculos. Armações muito pequenas por exemplo podem reduzir muito o campo de visão e atrapalhar a adaptação. Escolha armações com altura mínima de 14 mm. As armações de óculos sem aro (aquelas com parafuso prendendo as lentes) estão muito em moda e são bem leves e confortáveis. No entanto, são mais fáceis de entortar e sairem do eixo. Isso atrapalhará a visão com lentes multifocais. Se optar por essa armação é necessário ter cuidado para não entortá-las.

 

12) Como entender uma receita de óculos?

A primeira coisa da receita é a identificação do nome e a data da prescrição. Isso é fundamental para comparações com exames futuros. Lembre-se de guardar todas as suas receitas de óculos antigas.

As siglas OD e OE significam olho direito e olho esquerdo respectivamente.

As receitas são divididas em duas partes: grau de longe e grau de perto.

Os números que aparecem antes da abreviação “.esf” (de esférico) vão significar o grau de miopia (se for um grau com o sinal negativo antes do número) ou de hipermetropia (se o sinal for positivo).
Resumindo: Esférico com sinal + é hipermetropia e com sinal - é miopia

 O número que aparece antes da abreviação “.cyl” ou “.cil” (de cilindro) se refere ao grau de astigmatismo (em quem não tem astigmatismo esse campo ficará zerado).

O grau de astigmatismo não é colocado em toda a superfície da lente mas somente em um determinado eixo. Por isso, ao lado desse número aparece um outro número que determina o eixo do astigmatismo. Ele varia de 0 a 180 graus. No Brasil, esse grau de cilindro (astigmatismo) é sempre precedido de um sinal negativo (-).

 O grau de presbiopia ou vista cansada, aparece na parte do grau de perto. Esse grau de perto é sempre somado ao grau de longe e é sempre precedido de um sinal positivo (+).

Em muitas receitas de óculos, esse grau vem após a palavra "adição" ou a abreviação “.ad”

Por exemplo, se uma pessoa tem +2,00 graus para longe (hipermetropia) e necessita de uma adição de +3,00 para perto, o seu óculos de perto vai ser de +5,00 (+2,00 + 3,00).

Agora, se o grau de longe for de -2,00 (miopia) e necessitar de +3,00 para ler de perto, o seu óculos será de +1,00 (-2,00 + 3,00). É uma simples operação matemática.

Alguns médicos já fazem essa soma na receita e outros só escrevem o valor da adição (que no exemplo acima foi  +3,00).

 Em uma outra parte da receita está escrito a palavra "prisma". Nessa parte, o médico colocará algum número se o paciente tiver algum grau de estrabismo ("vesguice") e for corrigir isso com óculos. Se não for o caso, essa parte da receita ficará em branco.

 Além desses graus de miopia, hipermetropia, astigmatismo ou presbiopia existentes na receita, os oftalmologistas anotam um valor chamado DNP ou só DP. Essa sigla significa a distância entre as pupilas (ou distância pupilar) e é um dado muito importante na hora de montar os óculos.

 Os oftalmologistas as vezes também anotam o tipo de lente recomendam, seja pelo material (resina, policarbonato etc...) ou pelo fabricante.

 

 13) Como devo cuidar dos meus óculos?

- Lave suas lentes: você deve lavar as lentes primeiro molhando-as e depois lavando-as com sabão neutro (sem hidratante). Lave depois em água corrente. Limpe cuidadosamente com tecido especial para limpeza de lentes ou lenço de papel macio.
- Umedeça sempre suas lentes ao limpá-las: nunca esfregue suas lentes secas. Isto ajuda a prevenir arranhões na superfície das lentes causadas pela poeira existentes nas mesmas.
- Deixe seus óculos sempre com as lentes voltadas para cima: assim, você evita contato direto das lentes com objetos que podem causar danos. 
- Mantenha os óculos no estojo: isto protege de partículas de poeira e da possibilidade de se partirem ou lascarem, se algo cair sobre elas. Para retirá-los do estojo, abra-o completamente e retire os óculos com cuidado, segurando pelo centro da armação.
- Retire seus óculos do rosto segurando firmemente em ambas as hastes: desta forma, o ajuste e a forma da armação se mantêm por mais tempo.
- Evite deixar suas lentes expostas ao calor: as lentes oftálmicas são compostas de camadas que sofrem danos quando expostas ao calor, principalmente aquelas com tratamento anti-reflexo. Portanto, evite deixar suas lentes dentro do porta-luvas do carro ou muito próximas a microondas, churrasqueiras, secadores e spray de fixação para cabelos, por exemplo.
- Lentes foto cromáticas: deixe que as lentes fiquem totalmente claras antes de guardá-las. Assim, você assegura sua claridade na próxima vez que utilizá-las.
- Segure sempre seus óculos pela armação e nunca pelas lentes.
- Nunca use álcool ou acetona na limpeza das lentes. Isso danificará as lentes. Use só água e sabão neutro.

 

 14) Por que eu deveria comprar os meus óculos na Okulos?

Há muitas razões para encomendar os óculos online.

- Comodidade: você realiza a compra em casa ou no trabalho sem precisar se locomover a uma loja física.

- Variedade: o número de modelos oferecidos é bem maior do que os que uma loja física consegue comportar, e uma maior variedade de modelos dá a você uma maior gama de escolha. Além disso, você possui total independência na decisão sobre qual armação você deseja comprar, sem a interferência ou insistência do vendedor em relação a uma armação que não foi exatamente do seu agrado.

- Experimentação: a ferramenta de PROVE AQUI disponível no site permite que você experimente todas as armações que desejar. Se quiser você pode ainda perguntar a opinião de seus amigos sobre os modelos que você mais gostou através das redes sociais.

- Definição da lente – liberdade de escolha: um algoritmo desenvolvido com exclusividade pela Okulos oferece uma gama de lentes que atendem a sua necessidade visual. Dentre as lentes oferecidas através desse algoritmo, você pode escolher a que mais se identificar.

- Programa de Excelência de Qualidade: o programa consiste em um método de cinco etapas cujo objetivo é assegurar que os óculos que você receberá não apenas foram produzidos dentro dos critérios máximos estabelecidos pelo ramo óptico, como também atenderão com segurança e exatidão as suas necessidades visuais.

- Agilidade: a fabricação das lentes ocorre no mesmo local em que está instalado o estoque físico da Okulos. Dessa forma, ganha-se grande velocidade no processo de fabricação e consequentemente de entrega do produto final (armação + lente) ao cliente final, devido a não necessidade de transporte da armação até o local de fabricação da lente, que em geral encontra-se distante das óticas com lojas físicas.

- Entrega do produto: você aguarda confortavelmente a entrega do seu produto em sua casa, não havendo a necessidade de ir até a loja para retirá-lo.

- Satisfação garantida: caso não goste do seu produto, trocamos o mesmo ou devolvemos o valor pago.

- Atendimento: temos especialistas dedicados a tirar todas as suas dúvidas, a qualquer momento, via e-mail, telefone ou chat.

- Preço justo: o valor de nossos produtos, considerando a qualidade das lentes e das armações com as quais trabalhamos, possuem o preço mais competitivo neste segmento.

 

 15) Quais as formas de pagamento oferecidas?

Os pagamentos podem ser realizados nos cartões de crédito em 10x sem juros, no débito automático, no boleto bancário ou através do Pag Seguro.

 

 

16) Como comprar no site?

Elaboramos um passo a passo para você. Para acessá-lo clique aqui.

 

 17) Eu digitei os valores visuais errados. O que posso fazer?

Entre imediatamente em contato com nosso serviço de atendimento ao cliente. Basta ligar para 4020-7919 (ligação local - sem DDD), ou clicar aqui.

 


18) O que eu faço se não ficar satisfeito com o produto recebido?

Sua satisfação é a nossa meta. Caso ocorra qualquer problema, basta entrar em contato conosco. Nossa Política de Troca e Cancelamento assegura a garantia da sua satisfação ou o seu dinheiro de volta.

 

 

 19) As entregas são feitas para todo o Brasil?

Sim. Entregamos em todo o território nacional.

 


20) Qual o valor da entrega?

O valor do frete dependerá da localidade de entrega de cada pedido. Nossas entregas são realizadas em todo o Brasil.

 

 

21) Qual o prazo de entrega?

O prazo de entrega varia de acordo com o local de entrega. Para saber o prazo da sua localidade, basta digitar o CEP de entrega no produto desejado.  

 

 22) Preciso enviar uma cópia da minha receita para produzir lentes de grau?

Sim. A legislação brasileira (Decreto-lei nº 20.931/32, artigo 39) exige que toda lente corretiva seja produzida mediante uma receita médica emitida e assinada por um oftalmologista. 
DICA: É importante solicitar ao seu oftalmologista que indique sua distância pupilar (DP) em sua receita.